A espera

Tem coisas que a gente espera, espera, espera…

E aí de repente passa, num vento tão forte e rápido que nem se vê.

Numa surdina tão cuidadosa que a neblina encobre de uma camada fina de pó.

Ou no  momento em que a gente pisca.

 

Anúncios