Faço troça do passado

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A nossa história de amor era tão ruim que não dava nem para soneto.

Para samba então, nem pensar.

Sequer triste o suficiente eu era.

E para me convencer de que não foi tempo perdido,

Meti-me a escrever umas palavras vagas,

Como se houvesse poema nessa grande bagunça.

 

O preço que se paga num romance impedido

É o tempo medido em versos não feitos.

Sente-se tanto e não se pode escrever sobre isso. É preciso sentir.

É preciso amar. Mas nem amor fomos.

Foi tudo uma passada d´olhos sobre algum assunto; nem me lembro mais qual era.

E parecia tudo tão estranho e novo que quando a página virou nem o cheiro de pó de livro ficou.

 

É preciso esquecer. Mais que reviver.

É preciso moer

ca-da-pe-da-ci-nho-do-vi-vi-do.

Arrasta-se com o vento o moinho pesado.

Arrasta e esmaga o sentimento doído.

Tanta troça agora eu faço, como se esse amor nunca fizesse sentido.

Mas tanta troça eu só faço para esquecer e fingir que não ligo.

 

 

Era tanta coisa que eu devia ter dito

Agora fica tudo assim perdido num seilá.

Sei lá que que se passa nessa sua cabeça.

Sei lá se as coisas fossem diferentes.

Sei lá se os tempos fossem outros ou se o carnaval fosse em novembro.

Mas nem sei se dava certo desse jeito.

Sei lá.

 

Tela em branco agora eu sei.

Hora de sair pela rua cantando ao relento

Mais uma vez.

De ter amores dignos de soneto.

De chorar um novo sentimento.

Canto um novo hino de remendo,

Dessa falta que me faz tudo aquilo que não houve.

Anúncios

Um comentário sobre “Faço troça do passado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s