Não é preciso ser certo

O mundo não acabou.

Estranho seria se eu não fosse uma contradição ambulante.

Se eu acordasse todos os dias com as mesmas ideias na cabeça.

E não aceitasse discordar de mim mesma.

Se eu achasse que as minhas palavras são verdades absolutas.

Desprovidas de erros ou enganos.

 

Estranho seria se eu acordasse todos os dias com o mesmo único sonho louco.

E não mudasse de sonho a cada quinze minutos.

É preciso ter grandes planos.

Mas também, pequenas vontades.

Prefiro sofrer de incoerência.

A negligenciar que os dias não são todos iguais.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s